salg Cartier klokker

Associados

Son père, Fred Trump était un courtier true religion jeans outlet immobilier self-made qui possédait deux limousines avec chauffeur. La mère de Trump, Mary, était un immigrant écossais dont le père avait été un pêcheur. Il était une maison stricte où assermentation a été interdit. En dépit de leur richesse,canada goose sverige tous les enfants Trump ont été obligés de faire leur propre argent à travers des séries de papier et des emplois d'été.Shop Nike Serie - The Lastest Shoes Online Sale Donald était un enfant rebelle - à l'école primaire, il a frappé un enseignant "parce que je ne pense pas qu'il ne savait rien à propos de la musique."

ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL

Palavra do Presidente

 

 

2011 – Ano especial para o Vale da Eletrônica, quando comemoramos 25 anos de sua existência.

Seria oportuno relatar, brevemente, de onde saímos, como caminhamos e onde estamos.

Com a existência do ensino da eletrônica aliado à gestão, focado no empreendedorismo, permitiu-se a formação do capital humano necessário para a criação das indústrias.

Os empresários, uma vez preparados, foram ousados e investiram em projetos inovadores, com coragem e perseverança. Mesmo enfrentando constante instabilidade econômica, permaneceram no mercado.

Todo o ocorrido somente foi possível através da cooperação mútua entre as empresas, somadas com a academia e o poder público. Isto demonstra que já vivíamos o modelo de Cluster, APL e tríplice hélice antes mesmo de serem criados tais termos.

Para isto, destaco o trabalho em equipe, de cada pessoa em sua época – todos os ex-prefeitos, os ex-vereadores, os ex-diretores da ETE, Inatel e FAI, ex-presidentes da Associação Industrial e SINDVEL, bem como as entidades parceiras: o Governo do Estado de Minas Gerais, o Sistema FIEMG, SEBRAE, SECTES, SEDE, FAPEMIG, BDMG, INDI, CETEC, ABINEE, FINEP, Ministérios e, principalmente, os empresários do Vale da Eletrônica.

Hoje, o Vale da Eletrônica enfrenta novos desafios – inicia a era da microeletrônica. Lançamos este ano o primeiro chip dedicado para produção de sensores de automação industrial e já estamos encapsulando chip GSM para aparelhos celulares e cartão bancário, em grande escala.

Se na década de 50 tivemos a percepção de ver o futuro dominado pela eletrônica, iniciamos a industrialização de produtos analógicos, depois passamos para a era digital, com a total dependência de tecnologia de outros países e chegamos até aqui, acredito que a tendência do Vale da Eletrônica seja a de buscar gradativamente sua independência, desenvolvendo seus próprios componentes, inclusive, exportando para outros países.

O conteúdo deste site é uma amostra do que consiste o Vale da Eletrônica nos tempos de hoje, merecendo ser ampliado continuamente.

 

 

Voltar ao topo Agenda, Notícias e Eventos Parceiros, Editais e Documentario